Crase: a incompreendida

865747_46618975Muitos falantes de português não sabem realmente como funciona a crase: trocam-na pelo acento agudo, esquecem dela ou a colocam onde não deveriam.

Nesses dias me deparei com uma frase em português escrita de forma errada: “Ela precisa ir dormir até [sic] às 22h”.

Você deve estar se perguntando, mas quando falo de horário não preciso usar “às”? Nem sempre…

Leia mais

Roupas em alemão: die Kleidung.

1392566_76695561

Na terça-feira que se passou retornei às minhas aulas regulares de alemão. Nossa, como é bom estar de volta. Nunca cortei o contato com a língua já que todos meus aparelhos, computador, Facebook, Twitter e até posts de alguns amigos são ou estão em alemão. Mesmo assim, voltar a seguir um livro, falar alemão, cometer erros, ter uma ótima professora me corrigindo, e interagindo com outros em alemão são coisas que você não consegue facilmente fora de uma sala de aula.

Estamos estudando roupas, die Kleidung, e eu gostaria de compartilhar o que já aprendi até agora.

Aposto que você vai adorar…

Leia mais

日本語: a língua nipônica.

297628_7512Decidi que nesta semana eu iria finalmente escrever algo sobre a língua japonesa, uma língua que apesar de eu estudar há pouco tempo já me contagiou.

Você pode estar se questionando: “por que eu iria querer aprender todos esses desenhinhos loucos se nem sei nada do Japão?”. Em primeiro lugar, o fato de algo ser diferente do que você já conhece não faz tal coisa louca. Além disso, aprender os tais desenhinhos é mais fácil do que você imagina, muito mais fácil.

Quando decidi que iria estudar japonês, algumas pessoas sugeriram que eu deveria é estudar chinês por causa de suas vantagens econômicas. O que as pessoas não entendem, e o que espero que você entenda, é que qualquer coisa que você estuda, qualquer emprego que você tem, e tudo que você faz precisa estar conectado a você de alguma forma. Sim, parece pieguice, mas estou falando sério. Talvez você só está curioso e atraído pela exoticidade das “letras” japonesas ou pela riqueza da cultura do Japão, não importa: comece a estudar o japonês!

Quero lhe introduzir a esta fantástica língua, você deixa? :P

Leia mais

Port, harbour, dock, wharf, quay, pier, mole e jetty: fight!

431201_10151412050924434_2116400162_nDurante minha viagem ao Canadá fiquei em uma cidade litorânea, Vancouver, onde escutei essas palavras um monte. Como nasci em uma cidade do interior brasileiro, Blumenau, o conceito de cada uma dessas palavras estava uma bagunça na minha cabeça; não conseguia entender a diferença. Aliás, não só eu: até alguns canadenses não entendiam; quando perguntava a eles, paravam para pensar e discutir se um lugar é um quay ou harbour, por exemplo.

Depois de muita pesquisa (isto é, googling), estou aqui, pronto para compartilhar com você o que descobri.

Vamos lá?

Leia mais

Many ou much? Few ou little? Saiba o que você pode contar.

531969_55075139Algumas coisas você pode contar, mas outras não. E é por isso que você precisa cuidar quando usar “many” ou “much“, por exemplo. Resumindo, algumas palavras quantificadoras só podem ser utilizadas com coisas as quais você pode relacionar com uma quantidade.

Você quer usar quantificadores indefinidos – palavras que vão em frente de substantivos para expressar uma quantidade não-exata – mas você não tem certeza de como utilizá-los?
É mais fácil do que você pensa.

Leia mais