Não basta falar; é preciso conhecer o mundo melhor.

A cada nova língua que estudo, descubro novas coisas incríveis, bizarras, curiosas, “fofas”, engraçadas e interessantes. Aquele clichê que dizem é verdade: aprender uma nova língua expande seus horizontes.

Mas aprender uma língua não é só saber falar, ouvir, ler e escrever ela perfeitamente. É também saber da cultura por trás dos países nos quais a língua é falada. Todos nós podemos melhorar nossos conhecimentos culturais: seja lendo, experimentando novos tipos de comida, falando com estrangeiros e é claro estando lá, isto é, viajando.

Leia mais