日本語: a língua nipônica.

297628_7512Decidi que nesta semana eu iria finalmente escrever algo sobre a língua japonesa, uma língua que apesar de eu estudar há pouco tempo já me contagiou.

Você pode estar se questionando: “por que eu iria querer aprender todos esses desenhinhos loucos se nem sei nada do Japão?”. Em primeiro lugar, o fato de algo ser diferente do que você já conhece não faz tal coisa louca. Além disso, aprender os tais desenhinhos é mais fácil do que você imagina, muito mais fácil.

Quando decidi que iria estudar japonês, algumas pessoas sugeriram que eu deveria é estudar chinês por causa de suas vantagens econômicas. O que as pessoas não entendem, e o que espero que você entenda, é que qualquer coisa que você estuda, qualquer emprego que você tem, e tudo que você faz precisa estar conectado a você de alguma forma. Sim, parece pieguice, mas estou falando sério. Talvez você só está curioso e atraído pela exoticidade das “letras” japonesas ou pela riqueza da cultura do Japão, não importa: comece a estudar o japonês!

Quero lhe introduzir a esta fantástica língua, você deixa? :P

Leia mais

Marcas que viraram palavras no inglês. 1ª parte.

Marcas são símbolos e palavras usadas para identificar uma empresa, produto ou serviço. Além disso, são mantidas por instituições especializadas em não somente marcas mas também em propriedade intelectual como um todo. Geralmente, cada país tem uma dessas instituições, às vezes relacionadas ao governo, e que pode seguir – e normalmente segue – as diretrizes previstas pela WIPO (World Intellectual Property Organization, Organização Mundial de Propriedade Intelectual). Sabendo disso, fica claro que marcas não são brincadeira de criança; para registrar uma, você precisa passar por diversos obstáculos legais, burocráticos e custosos. Esse é um dos motivos pelos quais as empresas ficam enfurecidas quando percebem que suas ideias foram roubadas ou copiadas. E a lei está ao lado delas.

Chega de blá-blá-blá burocrático; vamos falar de línguas!

Leia mais

Postal code e ZIP code. Tem diferença.

701565_64002005A maioria das pessoas usa ZIP code e postal code como se fossem a mesma coisa, mas não são. Zip code como muitas palavras frequentes do inglês (e também do Português) é uma marca. Na verdade, já foi uma marca mas ela expirou. O New Oxford American Dictionary (Novo Dicionário Americano da Oxford) nem reconhece o termo como marca mas simplesmente como a postal code consisting of five or nine digits (um código postal que contém 5 ou 9 dígitos). ZIP code não pode ser usado tão abertamente assim, para qualquer código que tenha 5 ou 9 dígitos…

Leia mais

Expressão: shotgun! To call shotgun. Riding shotgun.

Daí estava assistindo ao 14º episódio da 10ª temporada (sim, a última :() de Friends, The One With Princess Consuela (Aquele Com a Princesa Consuela). No episódio o Joey grita “Shotgun!” e logo em seguida o Chandler diz “Damn it!” (droga!). Eu obviamente entendi que não era algo bom, mas não tinha sequer ideia do que o Joey quis dizer com aquilo.

Leia mais

Por que Yada Yada Blah?

Existe um substantivo informal (sim, um substantivo) na língua inglesa, “yada yada yada”, que é meio que usado para substituir as reticências no inglês falado. É como dizer “não importa o que vem depois do que eu disse porque o que vai acontecer é muito previsível, chato ou irrelevante”. Basicamente significa “blah blah blah” que é muito popular em muitas línguas (inglêsportuguês, alemão, só para dizer algumas).

Todavia, acho “yada yada yada” muito mais descolado e quem não quer ser descolado? Aliás, acho melhor eu parar de usar “descolado”. Ao mesmo tempo, …

Leia mais